terça-feira, 30 de setembro de 2008

eu gosto de você mesmo tendo que te disputar com teu passado.
eu gosto de você mesmo que dê tudo errado.
eu gosto de você, de verdade e muito.
eu gosto de você até no meu momento mais calado.

(fim-de-semana memorável, bebê.)

sábado, 27 de setembro de 2008

eba! hora de acordar!
de despertar!
de fazer a vida parar de passar!
...

pelo menos um pouco,
por um instante.
uma pausa aconchegante,
coisa de louco...
(infantilidades de sábado à tarde...)

enquanto você dorme,
eu queria escrever
que eu gosto muito de você
e, bem alto, vou dizer:

"presta bem atenção,
que o tempo vai acabando
e, enquanto a gente dorme,
a vida vai passando!"

... mas aí você me diz:
"calma, meu amor, é só um cochilo.
preciso descançar, dormir, pra poder,
de noite, sair contigo."

nesse caso eu aceito
esta dormida vespertina,
mas digo desde já
que esse tempo me alucina...

.

ahhhhhhhhh!!! SAIU!!!! =)
gente! é tanto insight criativo que eu não tô conseguindo vomitar tudo...!

Fotos e montagem: Laura Sobenes

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

como eu não gosto da analogia do coração, transformei-o, então, num fígado:

a insegurança é uma menina de trança
que dança na corda suspensa que balança...

... me ensina a não cair?

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

mini-declaração - parte II

e é com gosto que eu digo:
"dois meses passados contigo,
me fazem mudar, sem perceber.

me fazem querer, sem ver
todo dia... que alegria
estar com você, pra valer!

pra ver que não preciso amar
e sim gostar, querer pra mim
e pro mundo; sem questionar..."


fotos: Laura Sobenes

terça-feira, 23 de setembro de 2008

mini-declaração - parte I

por você, eu paro de fumar, compro um patins e até aprendo a cozinhar...

... não, mentira. faço POR MIM, mas você é como um trampolim pra tudo isso acontecer e super faz parte dos planos futuros pra aproveitar o resultado dos meus novos aprendizados... eu gosto de você com todo meu corpo, inclusive com o intestino, com o fígado, com o cérebro e com o tal do coração.


foto: Laura Sobenes

sábado, 20 de setembro de 2008

[post em off:]

"ai, então chega logo, dia! chega logo!!!!"

hehehehe! =)
e a mudança vai chegar algum dia
e eu peço pra que me perdoem os loucos,
os santos, os "certos" e os "errados",
mas quando essa tal mudança vier
eu estarei de braços abertos
e terei morais e pensamentos confiscados.

não se assustem os éticos corretos
nem os loucos varridos, pois garanto,
nesta minha mudança repentina,
que não farei mal algum,
nem regurgitarei minhas lembranças
que são dignas da mais porca latrina.

por fim, queridos amigos,
gostaria de deixar uma sentença bem clara,
que firma este tratado de loucura:
"não se espantem, por favor,
com estas mudanças futuras, pois em mim,
quase nenhuma mudança perdura."

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

... e daí, amanhã, eu vou ter cinqüenta e tantos anos e estarei fazendo sei lá o que da vida. será que vou me orgulhar? ...

... sim. acho que vou.
quanta falta me faz,
um abraço à noite,
deitar juntinho
e ficar em paz...

... sem pensar em nada.

(dia muito legal hoje, só pra constar. me diverti e nem caí. que venham os asfaltos da Brigadeiro!)
comprei um patins!!!

... e meu dia foi bonitinho...! agora sim só falta eu descobrir o grande segredo da vida.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

olhem só que interessante. estou aqui na central da Sul-América fazendo vistoria de um sinistro do meu carro e tem até internet pra gente ficar esperando... além do café e dos livros de "museu" na mesinha de centro da "salinha" de espera...

ai, ai, ai... adooooooro "tecnologia" e "lugares modernos"...! agora dá licença que eu vou tomar um capuccino.
incrível o que um telefonema (depois de duas mensagens não respondidas na madrugada) faz com o dia da gente, não?

... pronto. fiquei feliz! =)

ps.: boa notícia: um mês sem cigarro! êêêê! agora só falta comprar um novo som pro meu carro, descobrir o segredo da vida e me matricular no Muay-Thai...

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

... eu gosto de amarelo, porque sou azul.

=)

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

... e hoje foi mais um dia bom, como sempre é.
só que, dessa vez, tive até uma sacada só pra mim!
(tá, mentira, tinha mais gente lá. mas era como se fosse só pra mim...)
e teve também injeção ardida e dor no braço,
e um monte de abraço que tanto me encanta...
podia eu viver assim pra sempre,
mas não adianta.
todo mundo tem vida separada...
e eu sou errada de pensar que tem que ficar o tempo todo junto.

besteiras de minha parte, eu sei.
mas que culpa tenho eu, se você, desse jeito, me algema
nesse gostar de vida boa, sem estress e sem problema?
de andar descalça e nem ligar se eu tô com rinite,
sinusite, bronquite. você vai cuidar de mim, que eu sei.
assim como de você, eu cuidarei também.

... é, menino. meu gostar vai bem além...!

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

em homenagem à decepção

eu queria ser uma pedra.
uma pedra, eu queria ser
pra marcar direito o caminho,
me refugiar por aí, nos ninhos
e nunca mais sofrer...

queria ser dura, imutável,
que só muda com o vento
e não com qualquer lamento
nem com amigos enlatados
cegos e ultrapassados,
que me/te/se consomem,
a toda hora, todo dia.

queria eu ser alegria,
alegria eu queria ser,
pra estar no caminho
de quem quiser me ter
...........................(meter).




... mas não sou.
sou fúria, sou pavor,
sou bicho, sou flor.
ternura? ... não.
espinhos,
que ficam no caminho
da delicada mão.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

respiro uma flor
que antes não existia,
já que, pra mim, não havia odor.

hoje respiro fundo
pra tentar perceber
as marcas deste enorme mundo

e, quem sabe a dor
de perceber tanto
e acabar morrendo sem valor...

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

"gosto de andar de mão dada com você,
ser guiado por você
e de encaixar, mesmo sem querer."

- ao sábado, domingo e segunda de ócio e aos inúmeros minutos que estamos jutando...

"Soneto da Madrugada"

(produzido dia 21.08.2008)

Sofro de dificuldade para dormir.
O engraçado é que é só de noite,
porque, de dia, espero que o tempo volte
pra madrugada que não veio, vir.

Porém, (em contrapartida) gosto do dia,
que traz muitas horas de atividade,
pois, aos 21 anos, cheguei na idade
de entender que o tempo não se adia.

E é pensando assim que consigo
entender o que se passa comigo
e com essa minha insônia eterna:

quando durmo, a vida logo passa
e eu não vejo. E a graça
de ficar acordada, logo se enterra.

(tá, precisa de ajustes...)

sábado, 6 de setembro de 2008

concordo que precisamos de momentos em silêncio, mas a vida fica tão chata sem música...

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

mini-declaração rapidinha

'eu gosto de você até de cabeça pra baixo...'
e digo mais: digo que até debaixo d'água,
acampando, com formigas e mosquitos
e até com os atritos que o dia-a-dia trouxer.
gosto de você como mulher que sou,
como ser humano, como criança
até com meu eu-lírico... com esperança.

(obrigado pelos 20 dias de apoio...)

terça-feira, 2 de setembro de 2008

nessas horas de nervosismo é que me dá uma vontade graaaaande de fumar... mas aí eu lembro que já fazem 17 dias, cinco quilos e inúmeros beijinhos que eu não fumo... pra que estragar tudo por 10 minutos de prazer efêmero?

ps.: meu fim-de-semana foi intenso, incrível e indescritível. e o de vocês, como foi?


fotos: Laura Sobenes